Review do notebook Daten DT02-M4

Recentemente peguei um notebook da marca Daten, empresa brasileira, do Piauí (pelo que entendi), para tentar instalar o GNU/Linux nele e resolvi aproveitar para tirar umas fotos dele e fazer uma análise, para quem tiver interesse no produto.

Depois de 2 dias de uso, segue a minha avaliação e, ao final, a conclusão sobre o laptop.

Notebook Daten DT-02 M4 sobre a mesa do jardim.

Dimensões e peso

Esta é a primeira, das poucas boas surpresas que tive com este laptop. Ele me lembrou muito o Samsung Ultra, que tive anos atrás. É até mais leve!

Mas logo se percebe que a construção é de plástico e, apesar de parecer um brinquedo, não recomendo deixar sob os cuidados das crianças.

A tampa do laptop nem sempre vai fechar perfeitamente, encostando na base. É plástico barato.

Especificações técnicas

As especificações são típicas de um notebook de entrada ou low end.

A sistema vem equipado com um processador Intel Celeron 3350, 4 GiB de memória RAM e um SSD de 125 GiB.

Portas e conexões

Vista lateral do notebook Daten DT-02 M4. Entrada de energia, Porta USB 3.2 e HDMI.

Do lado esquerdo de quem está sentado à frente do laptop, há a entrada de energia, uma conexão USB 3.x e outra HDMI.

Do outro lado, há uma conexão para headphone e microfone, acompanhada de uma entrada USB 2.0 e um slot para cartão MicroSD.

Só isso. Não há conexão RJ-45, para se conectar à uma rede cabeada.

Vista lateral do notebook Daten DT-02 M4. Entrada para cartão de memória Micro SD, Audio Jack e porta USB.

O teclado

Para quem trabalha escrevendo, este é um item importante.

Falo isso, do ponto de vista de quem usa um ThinkPad como laptop principal. O teclado do Daten DT-02 M4, parece um brinquedo frágil.

O botão Power, para ligar/desligar o notebook é integrado ao teclado e fica localizado no canto superior direito, próximo ao local em que fica a tecla Del/Delete em vários outros teclados. É desnecessário dizer que errei bastante, ao apertar esta tecla sem querer.

Infelizmente, não há também teclas de controle do brilho da tela — o que obriga a usar os controles por software.

Vista do teclado do notebook. O botão Power no canto superior direito pode confundir o usuário.

A bateria

Aparentemente, a bateria cumpre bem o que promete. Com a carga completa, ela entregou tranquilamente 6h de trabalho intenso — incluindo o celular carregando na porta USB do laptop.

Se você ligar as opções de economia de energia e evitar a reprodução de vídeo e jogos, a máquina pode ficar um dia de trabalho fora da tomada.

Gostaria de poder responder se a bateria é “fixa” ou pode ser trocada, mas… o selo da garantia fica em cima de um dos parafusos, embaixo do notebook. Para não perder a garantia, achei por bem, não verificar este e outros itens internos.

Instalando o Linux no laptop

A marca tem histórico na venda de equipamentos com o Linux pré-instalado. Neste caso, é decepcionante a falta de suporte à placa de rede.

O equipamento vem com o Windows 10 instalado e o site tem uma ampla seleção de drivers voltados para esta versão do sistema operacional.

A fabricante não dá suporte ao Windows 11, pelo que verifiquei no site. Portanto, este é o sistema ao qual você está preso.

Mesmo assim, formatei e instalei o Ubuntu 22.04 LTS.

O processo transcorreu maravilhosamente bem, reconhecendo teclado, placa gráfica, Bluetooth, mas… a placa de rede Wi-Fi nem deu sinal de vida. E sequer apareceu na lista de dispositivos (via lspci, lshw etc)

Se você conseguiu fazer esta placa de rede funcionar no Linux, me avise nos comentários. Eu não tive tempo suficiente para me debruçar sobre o problema, pois tinha que devolver logo o notebook.

Acesso à rede, aparentemente, só usando o celular via USB ou Bluetooth.

Conclusão

O laptop é bonito por fora. Mas é fraco em desempenho e frágil no manuseio.

Eu ia fazer uma piada sobre o nome, mas… deixa pra lá.

A máquina tem um preço aproximado de R$ 1.390,00 ou US$ 261.00, a depender do local da compra.

A relação custo/benefício desta máquina é um tanto desequilibrada. Se o custo é baixo, ainda assim não compensa as concessões na qualidade e durabilidade que você terá que fazer.

O suporte técnico esbarra em um problema, aparentemente, criado pela própria empresa: ela já lançou outro notebook (há 10 anos atrás) com esta mesma nomenclatura: Daten DT-02 M4. Isso confunde a busca por informações sobre o produto atual, em fóruns etc.

Na minha modesta opinião, nesta categoria, acho as opções da Multilaser e Positivo mais consistentes, se o que você deseja é um notebook de entrada.

Não recomendo este produto, portanto.

Referências

Página da empresa: https://daten.com.br/

Elias Praciano

— fã de séries, como "Love, Death & Robots", "Rick and Morty" e "Russian Doll". Gosta de criar imagens, direto da câmera, com o mínimo de pós-produção. Há vários anos o seu livro favorito é Neuromancer, de William Gibson.

1 Response

  1. Opa! Novidades. Recentemente adquiri um notebook DT02-M4 de 2022 por meio de uma concessão da empresa em que trabalho. Fiz também a instalação do Ubuntu 22.04 e realmente tive alguns problemas com a placa de wi-fi, mas nada que uma reiniciada por 2x não resolva, rs. No entanto, outro problema tem tomado meu tempo para tentar resolver, a placa de som simplesmente não funciona. Nas configurações de som do Ubuntu, a placa de som está com status de “SAÍDA FICTÍCIA” e mesmo vendo vários tutoriais, ainda não consegui resolver. Caso tenha novidades sobre isso, avisa ai. Abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: