O livro The Realist, aborda a vida da fotógrafa Berenice Abbott

Ainda sem edição em português, este romance se baseia na vida da fotógrafa Berenice Abbott (1898 – 1991).

A autora, Sarah Coleman, pesquisou, por 8 anos, a vida de Abbott e nos oferece uma janela para a sua intimidade, começando por sua infância.

The Realist, por Sarah Coleman. Até o momento, sem edição em português.

Eu prefiro ler um capítulo de cada vez. Mas não se espante caso termine o livro em uma tacada só.

Conhecer um pouco da trajetória da fotógrafa, da vida real, ajuda a entender, desde o começo, aonde alguns de seus caminhos irão dar. Mas está longe de ser necessário.

Você pode ler apenas pelo prazer de ler, sem se importar com os fatos históricos. Apenas deixe a autora te conduzir. Permita-se.

O romance é povoado, como não poderia deixar de ser, por personagens importantes (historicamente), como o escritor Malcolm Cowley e outros fotógrafos da envergadura de Berenice, como Man Ray, Eugene Atget etc.

Se você tiver interesse em Eugene Atget, sugiro dar uma olhada neste livro.

A autora

Como muitas outras mulheres talentosas, Sarah Coleman também colecionou “alguns nãos” para o seu trabalho.

Embora seu talento não tenha sido questionado por editores, foi aconselhada a mudar o rumo da narrativa mas, felizmente, manteve a direção que escolheu.

O livro foi concluído pouco antes de sua morte, por câncer do pulmão, em 2017, aos 52 anos.

Ela manteve, em vida, um blog muito popular sobre fotografia: The literate lens. Espero que ele seja mantido no ar indefinidamente, por que tem bastante conteúdo interessante, produzido ao longo de vários anos. Se não estiver, espero podermos recorrer ao site no Web Archive.

Crítica

O que há para se criticar (negativamente) em uma obra tão bem construída?! Talvez, o fato de não ter, ainda, tradução para o português.

Se você tem alguma dificuldade de leitura, em inglês, sugiro adquirir a sua cópia no formato digital, que facilita a tradução de trechos, parágrafos ou palavras.

Aonde comprei o meu exemplar: https://amzn.to/3AkNAvv.

Elias Praciano

— fã de séries, como "Love, Death & Robots", "Rick and Morty" e "Russian Doll". Gosta de criar imagens, direto da câmera, com o mínimo de pós-produção. Há vários anos o seu livro favorito é Neuromancer, de William Gibson.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: