5 erros que fotógrafos cometem com lentes 85mm

Dentro do nicho da fotografia de retratos, 85mm é uma distância focal bem popular. Um dos motivos é que esta perspectiva torna muito simples conseguir um fundo desfocado e perfeito, enquanto o assunto se destaca, de maneira nítida e clara.

Você pode encontrar lentes prime (fixas) 85mm por preços bastante razoáveis e com capacidade de abertura máxima, de f/1.8. E, com esta abertura, é muito fácil obter um lindo bokeh.

Neste post vamos falar de alguns erros comuns e armadilhas fáceis de se cair, ao usar uma 85mm. Me acompanhe!

Se quiser saber como eu edito as minhas fotos de review, leia este texto.

Se esquecer da profundidade de campo

Por conta da distância focal, a profundidade de campo de uma 85mm, pode ser bastante fina (ou rasa), já aos f/4.0. Imagine isso a aberturas superiores, como f/2.8 ou, ainda, f/1.8.

A profundidade de campo, na abertura máxima de uma objetiva prime 85mm, pode ser da espessura de uma folha de papel. Se você não for cuidadosa(o), pode acabar com uma composição esquisita ou estranha — com o contexto totalmente desfocado e a foto fica sem uma história consistente.

Mesmo em f/2.8, na perspectiva em que esta foto foi tirada, a profundidade de campo não cobre mais do que a cara da cachorrinha. Todo o restante do seu corpo está fora de foco.

Um exemplo comum é fazer retratos em f/1.2, em que você foca em um dos olhos do sujeito da sua foto. Com esta abertura, você vai ter muito pouca profundidade de campo para trabalhar.

Há uma grande probabilidade de conseguir um olho focado e o outro não. O nariz, que está em um plano focal mais próximo, vai estar desfocado, bem como as orelhas. Estes problemas não podem ser resolvidos na pós produção, sem comprometer a qualidade geral da imagem.

Dá para lidar com a situação, mudando a pose ou buscando outro ângulo de câmera. O ideal, é diminuir a abertura, para obter maior profundidade de campo e um desfoque mais natural.

Negligenciar as paisagens e a natureza

Por que não podemos usar a melhor lente de retratos, para fotografar nossas paisagens favoritas?

Não existe qualquer proibição para usar uma teleobjetiva curta em fotografia de natureza. Eu sei… dizem por aí que paisagem tem que ser com grande angular.

Mas uma 85mm tem condições de destacar elementos, talvez melhor que uma grande angular. Faça suas experiências.

Além disto, a perspectiva de uma 85mm tem zero distorção, para você fotografar uma cena.

Outra vantagem é poder fazer suas capturas em situações de pouca luminosidade.

É um erro não considerar a sua 85mm como opção para fotografar flores e natureza, por exemplo.

Deixar de lado a fotografia de rua

A fotografia de rua é outro gênero que as pessoas donas de lentes 85mm podem negligenciar eventualmente. E isso é um erro.

Em uma câmera full frame, a 85 mm oferece a possibilidade de fotografar de longe o suficiente para não perturbar seus assuntos. Na verdade, em uma rua movimentada, podem nem perceber que você está fazendo fotos.

Em vez de abrir o diafragma, como é usual na fotografia de rua, sugiro experimentar fazer o contrário, para obter imagens sob um perspectiva totalmente diferente.

Fotografia de rua com lente 85mm
A 85mm permitiu destacar perfeitamente os olhos da moça sobre a moto, nesta foto.

Deixar a sua 85mm em casa

Na fotografia de eventos, além de uma zoom bem versátil — como a Sigma 24-70mm f/2.8 EX DG HSM ou a Canon EF 24-105mm f/4 L II IS USM — eu gosto de levar, junto, uma prime leve, pequena, discreta, extremamente rápida e nítida. A Canon 85mm f/1.8 USM se encaixa nesta descrição.

Em casamentos, se for possível dar alguns passos para trás, você poderá enquadrar boa parte da cena ou chegar mais perto, para registrar detalhes ou fazer retratos mais íntimos.

Em concertos e shows, ela funciona muito bem em situações de baixa luminosidade e, se puder chegar perto, é possível registrar momentos incríveis dos artistas.

Não usar a 85mm na câmera APS-C

Sabemos que o ângulo de visão da lente fica ainda mais estreito, quando acoplada a uma câmera com sensor APS-C.

Neste caso, a lente vai ter um campo de visão de aproximadamente 18,5° — aproximadamente equivalente ao que se obteria de uma 135mm em um sensor full frame.

Só que 135mm também é uma distância focal comum para fazer retratos.

As 85mm são opções relativamente baratas de lentes, para você usar em uma câmera cropped e que pode oferecer um desfoque de fundo ainda mais pronunciado que as 50mm.

Aonde comprar:

Os links desta seção são afiliados e o site recebe uma pequena comissão por vendas qualificadas, através destes links.

Canon EF 85mm f 1.8: https://amzn.to/3irYzt3.

Nikon Af-S Nikkor 85 mm f 1.8 G: https://amzn.to/3Je2AwP.

Conclusão

Embora sejam ótimas para retratos, discordo que devam ser relegadas exclusivamente para esta categoria de fotos.

Se você tem uma, leve-a para a rua, para os eventos ou, até mesmo, para fotografar a natureza e as paisagens.

É uma lente muito mais versátil do que se costuma dizer por aí, além de ter preços relativamente acessíveis.

Elias Praciano

— fã de séries, como "Love, Death & Robots", "Rick and Morty" e "Russian Doll". Gosta de criar imagens, direto da câmera, com o mínimo de pós-produção. Há vários anos o seu livro favorito é Neuromancer, de William Gibson.

1 Response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: