Como capturar os melhores momentos de uma família

Eu acredito que há bons retratos de família, tradicionalmente posados, em que todos olham para a câmera, ao mesmo tempo, com o seu melhor sorriso, dizendo “xiiiis”…

Mas os melhores, são aqueles em que as pessoas estão relaxadas, descontraídas e, aparentemente, ignoram a presença da(o) fotógrafa(o) nas suas vidas. Estes transpiram a sinceridade e espontaneidade do momento.

Fotos de família podem ser posadas, sem perder a espontaneidade.

Para a fotografia de família, busco as expressões mais sinceras e íntimas. Quero que, quando alguém olhe as fotos, se sinta como um(a) voyeur, a espreitar a felicidade autêntica, na vida alheia.

E há várias maneiras de se conseguir isso.

Esteja pronto para o momento perfeito

Se você está tentando tirar fotos de crianças, precisa estar pronta(o) para qualquer coisa e a qualquer instante.

Em termos de equipamento, ter lentes rápidas/claras ajuda na capacidade de focalizar rapidamente.

Quando as pessoas me perguntam “que câmera devo comprar”, sempre aconselho a pensar primeiro nas lentes que vão querer usar. A velocidade e a qualidade óptica de uma objetiva, para mim, é mais importante do que os eventuais recursos tecnológicos de uma câmera.

Ter um pouco de pragmatismo também faz parte do trabalho de fotografar uma família. Isso quer dizer que, se alguém se mostra desconfortável, é hora de baixar a câmera.

Você não vai conseguir obter um bom retrato de uma pessoa que se sinta incomodada — e isso vale especialmente para crianças. Já que não se pode (e nem deve) forçá-las, é melhor aceitar a situação e tentar de novo mais tarde.

O flash pode ser uma ferramenta importante para a fotografia de crianças, por que ajuda a “congelar” melhor o seu movimento.

Experimente distâncias focais diferentes

Dentro da esfera doméstico, gosto de usar a EF 50mm f 1.4 USM, pela sua versatilidade e por que ela facilita as coisas, quando tenho pouca mobilidade dentro de uma sala ou um quarto.

Do lado de fora, acho que a EF 85mm f 1.8 é a ideal para fotografia de retratos. Ela me permite “estar dentro” de uma brincadeira, só que de uma “distância segura”.

Como teleobjetiva média, a distância focal de 85mm permite às pessoas “esquecer que estou lá”, favorecendo a obtenção de registros mais orgânicos. Ao mesmo tempo, possibilita que me comunique adequadamente com as pessoas.

Para registrar momentos em grupo, da família, vai ser necessário usar ângulos mais abertos, como os proporcionados pelas objetivas 35mm.

Uma alternativa, em termos de objetivas, é ter apenas uma zoom 24-70mm f 2.8, por exemplo.

Pense primeiro no fundo

Embora a sua atenção esteja, provavelmente, voltada para o assunto a ser fotografado, é importante considerar o contexto em que o instante está inserido. O ambiente é elemento chave da sua composição e não pode ser esquecido.

O segundo plano da imagem, precisa trabalhar em conjunto com o assunto, de forma harmoniosa, complementando a história e a mensagem que você deseja transmitir.

Eu sei que, durante uma sessão, já tem muita coisa pra se preocupar: como o foco, o assunto, a iluminação, a exposição adequada etc. Porém, você não pode deixar o fundo da imagem arruinar tudo.

Não tem certo ou errado. Tudo depende de como o plano de fundo se encaixa ao assunto e vice-versa.

Se for usar uma abertura mais ampla (do diafragma), para obter um fundo desfocado, verifique se as cores, presentes no bokeh, estão de acordo com o que você deseja expressar.

Os campos de visão

Em câmeras full frame, as distâncias focais de 50mm e 85mm, têm campos de visão de 46° e, aproximadamente, 28°, respectivamente.

Em câmeras APS, estes mesmos ângulos, são obtidos com as lentes 18-55mm do kit — aos 24mm e aos 50mm, ou seja, você provavelmente não precisa comprar nada.

Se quiser ler mais sobre campos de visão, leia este artigo.

Usar ângulos de visão mais abertos, pode ajudar a enquadrar mais pessoas dentro de uma foto, além de registrar mais informações sobre o ambiente.

Onde comprar as lentes

Os links, nesta sessão, são afiliados e o site recebe uma pequena comissão por compras qualificadas feitas através deles.

Para câmeras full frame, as lentes que eu uso são as seguintes:

Canon EF 85mm f 1.8 USM: https://amzn.to/3qb58Ef

Canon EF 50mm f 1.8 STM: https://amzn.to/3tjmjWj

Para Câmeras APS-C:

Canon EF-S 24mm f 2.8 STM: https://amzn.to/3KTGEaF

Elias Praciano

— fã de séries, como "Love, Death & Robots", "Rick and Morty" e "Russian Doll". Gosta de criar imagens, direto da câmera, com o mínimo de pós-produção. Há vários anos o seu livro favorito é Neuromancer, de William Gibson.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: