Vale a pena comprar a 50mm f1.4?

A Canon EF 50mm f 1.4 USM tem um lugar especial na linha das “cinquentinhas” da marca, além de ter um longo histórico, desde 1957 (veja as referências).

O projeto tem se atualizado, com o passar do tempo, incorporando novos elementos, novos materiais. Recebeu, na sua última atualização, novas coberturas químicas das lentes (coatings). O atual projeto da EF 50mm f 1.4 USM, de 1993, é o primeiro a vir com motorização para focalização automática.

No momento em que escrevo este post, já há o registro de uma patente da próxima 50mm f 1.4 da marca — para o mount RF, desta vez.

Visão oblíqua da objetiva Canon EF 50mm f/1.4 USM

A atual EF, tem 2 elementos de alta refração e um novo projeto de ótica Gaussiana, para eliminar o astigmatismo, além de um motor de autofoco USM macio e silencioso.

Eu a uso há aproximadamente 4 anos e já escrevi um review, entre outros posts, sobre as “cinquentinhas”. Como o assunto não se esgota facilmente, decidi atender a alguns pedidos para falar um pouco mais desta objetiva.

Se quiser uma análise um pouco mais técnica, por favor leia o meu review.

Os pontos fortes da 50mm f 1.4 USM

Em relação à 50mm STM, trata-se de uma ferramenta compacta, envolta em um corpo mais resistente e com um autofoco ligeiramente mais rápido.

Tem ergonomia superior, graças à sua robustez, ao anel de autofoco mais espesso e de material emborrachado. O conjunto dá mais prazer e segurança para trabalhar.

A abertura máxima de f 1.4, a torna uma excelente companhia para a fotografia de rua noturna. Além disso, permite trabalhar mais tempo em um ensaio ou evento, sem o uso do flash.

Por último, não há como fugir do assunto: ela tem um bokeh maravilhoso, delicioso, muito bonito etc.

Observe que ela tem a janela de escala de distância, no corpo, o que permite usar a técnica de focalização por zona.

Lente Canon EF 50mm f/1.4 USM sobre uma superfície de madeira.

Os pontos fracos

Sob o ponto de vista do design, a versão STM é uma “cinquentinha” mais atualizada, com um sistema de focalização mais suave.

Contudo, se você está com dificuldades de cobrar mais pelo seu trabalho, a f 1.4 pode demorar mais para dar retorno ao seu investimento.

O anel de foco não é tão suave quanto o das suas “primas” — a 85mm f 1.8 USM e a 100mm f 2.8 USM. Tem uma sensação tátil um pouco rudimentar, mas pode ser uma característica apenas da minha cópia da lente. De qualquer modo, isso não afeta o resultado das imagens, nem a precisão do autofoco. Mas é algo que me deixa intrigado, às vezes.

Análise da lente Canon EF 50mm f/1.4 USM. Foto noturna com flash.

Alguns reviewers vão apontar uma perda de nitidez na abertura máxima (como já era de se esperar). Mas, nunca foi um perda significativa o suficiente para eu deixar de usar o recurso.

Se tiver interesse, leia sobre como edito as fotos para os meus reviews.

Para quem é a 50mm f 1.4

É uma ótima ferramenta para quem precisa fotografar de noite ou em condições de luminosidade ruim e não pode usar flash.

Para mim, é muito útil na fotografia de rua noturna, em ensaios ou eventos que se estendem até o início da noite.

A abertura máxima, ajuda muito a cravar o foco e, neste ponto, ela pode ajudar a dar mais celeridade e eficiência ao seu trabalho.

Alternativa

É fato que, como ferramenta, a 50mm f 1.4 se tornou “invisível” no meu dia a dia. Se você gosta de fotografar com este campo de visão, ela tem tudo para se tornar aquela lente que não sai da sua câmera.

Para quem usa, exclusivamente, uma câmera APS-C recomendo considerar a Sigma 30mm f 1.4 EX DC HSM, como uma alternativa bem interessante.

O preço

Em termos de preço, ela está situada entre a f 1.8 STM (US$ 125.00) e a f 1.2, da série L (US$ 1.400.00) — em valores aproximados, que não incluem os impostos (saiba mais sobre isso aqui).

A f 1.4 custa aproximadamente US$ 400.00 — 3,2 x o valor da f 1.8 e perto de 28% do preço da f 1.2 L.

A gente sabe que, a partir de certo ponto, cada grau de melhoria em uma lente leva a um aumento exponencial do seu preço. Os materiais são mais caros, o controle de qualidade é mais rígido etc.

Se tiver curiosidade sobre o que leva as lentes da série L a custar mais caro, leia este post.

Vista parcial da câmera Canon EOS SL-2 com a objetiva Canon EF 50mm f 1.4 USM montada.

Conclusão

Enfim, é hora de responder à pergunta, título deste artigo. “Afinal, vale a pena comprar a Canon EF 50mm f 1.4?

Se você é profissional, quem paga pelas suas ferramentas de trabalho são os seus clientes. Diante disso, precisa analisar se o tempo que vai levar para obter o retorno do seu investimento (ROI) compensa a compra.

A versão STM também é capaz de entregar excelentes resultados e pode ser a mais indicada para quem se preocupa com o retorno mais rápido do seu investimento.

A f 1.4, contudo, está em um nível de qualidade ligeiramente superior, o que possibilita fazer recortes mais ousados na imagem — para reenquadrar ou aproximar mais o assunto — sem incorrer em perdas significativas de qualidade.

Se você exerce a fotografia como hobby, o retorno do investimento pode ser ignorado. Portanto, se o orçamento permite, compre! Ela vai te dar mais prazer na sua fotografia diária (ou noturna).

Pesquisar preço da 50mm f/1.4: https://amzn.to/3sX7uJ6 (link afiliado).

Referências

Eu também leio reviews antes de comprar. Estes foram alguns dos sites (todos em inglês) que me ajudaram a decidir pela aquisição desta objetiva:

“É a 50mm mais profícua da Canon” — Ken Rockwell.

“Mostrou uma performance quase impecável (…) em termos de qualidade mecânica e óptica. Como pontos negativos, eu apontaria as vinhetas e o baixo contraste em f 1.4″ — Opticallimits.

Comparação entre as três 50mm (EF) da Canon, no Dxomark: https://www.dxomark.com/Lenses/Compare/Side-by-side/EF50-mm-f-1.4-USM-on-Canon-EOS-1Ds-Mark-III-versus-Canon-EF-50mm-F18-STM-on-Canon-EOS-5D-Mark-III-versus-EF50mm-f-1.2L-USM-on-Canon-EOS-1Ds-Mark-III__196_436_1541_795_197_436.

Elias Praciano

— fã de séries, como "Love, Death & Robots", "Rick and Morty" e "Russian Doll". Gosta de criar imagens, direto da câmera, com o mínimo de pós-produção. Há vários anos o seu livro favorito é Neuromancer, de William Gibson.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: