Você tem muita dificuldade para dançar dentro do ritmo? Então você precisa conhecer esta explicação científica.

A dificuldade que algumas pessoas têm de dançar ou acompanhar ativamente passos de dança pode ter causas biológicas e explicações científicas.
Não sou um grande fã de dança, nem de filmes do gênero, mas gosto e sempre sonhei em um dia saber dançar como uma “pessoa normal”.
Pois bem, a explicação que segue, diz que é melhor eu sonhar com outras coisas mais plausíveis.
Pesquisadores da universidade de Montreal e da McGill University compararam duas pessoas suspeitas de terem beat deafness com 32 componentes de um grupo de controle.
Pediu-se aos participantes que batessem os pés no chão, sem acompanhamento musical — mas acompanhando as ordens de um instrutor. Todos foram capazes de fazẽ-lo, o que eliminou uma possível deficiência de coordenação motora.
Já, com a adição de uma música, os participantes suspeitos de possuírem a condição de beat deafness simplesmente não conseguiam acompanhar.
john Travolta and Uma Thurman dancing

Geralmente, um ser humano tem a habilidade de ouvir e acompanhar as batidas e o ritmo das músicas desde a infância.
Aproximadamente 4% da população, contudo tem algum tipo de deficiência para sincronizar seus movimentos com o ritmo de uma música.
Esta condição é chamada de beat deafness ou “surdez rítmica”, em uma tradução livre.

A pessoa que tem “surdez rítmica” — apesar do que diz o nome — pode, sim, ouvir as batidas e o ritmo. Contudo, ela tem dificuldade para acompanhar as batidas com os movimentos do corpo.
Mesmo pessoas que “dançam mal” conseguem acompanhar o ritmo de uma música e coordenar seus movimentos — o que não vai acontecer com aqueles que sofrem de beat deafness.

Resumidamente, é a incapacidade de se mover de acordo com o ritmo de uma música.

john Travolta and Uma Thurman dancing
O time de pesquisadores concluiu que a condição, mesmo rara, constitui um desajuste que afeta como os ritmos biológicos internos reagem a ritmos externos — não necessariamente audíveis.
A surdez rítmica afeta também a capacidade de acompanhar os passos de um colega ou parceiro de caminhada, por exemplo.
Paciência.
Pelo menos agora, você tem explicações científicas — o que não significa que tenha uma desculpa para deixar de se divertir.
Se tem uma coisa que aprendi, é que feio é ficar reparando nos outros.
Bonito, é ser feliz, mesmo dançando fora do ritmo!

Referências

http://www.mcgill.ca/channels/news/so-you-think-you-can-clap-beat-239990.
http://www.sciencealert.com/can-t-dance-there-s-a-scientific-explanation.

7 respostas para “Você tem muita dificuldade para dançar dentro do ritmo? Então você precisa conhecer esta explicação científica.”

  1. Elias, eu e identifiquei totalmente. Maior dificuldade em ‘sentir’ o ritmo!
    Já comecei aulas de dança varias vezes e a falta de percepção do ritmo atrapalha.
    Para ter uma ideia … quando estou num aniversário e chega a hora de bater palmas e cantar parabéns, a saída e olhar para outro e bater no mesmo ritmo. É a cola para bater certinho! kkk
    Muito bom seu artigo! Abraço

  2. O problema é quando não se consegue acompanhar o outro e se fica pesando toneladas para o pobre coitado carregar. Danço sozinha mais ou menos, mas acompanhar de jeito nenhum. Não é assim de não deixar esta condição impedir de ser feliz. Impede, sim. Todo mundo sai deslizando pelo salão e a gente está ali, morta de medo de que alguém tire para dançar.

    1. Eu sempre digo que, na próxima “encadernação”, quero vir sabendo dançar. Posso até ser pobre de novo… mas quero me divertir e me exibir muito dançando, na próxima vez.

  3. provavelmente sofra disso 🙁 queria saber o que fazer pra saber se tenho mesmo e como melhorar.. ou se apenas so danço ruim mesmo rsrs

Os comentários estão desativados.