10 dicas para aproveitar um celular Android velho

Algumas pesquisas de mercado, conduzidas no Brasil, apontam para o fato de que as pessoas estão trocando seus aparelhos a cada 3 anos, em média.

Toda vez que alguém faz um upgrade, se pergunta sobre o que fazer com o aparelho antigo. Aqui está uma oportunidade para separar algumas tarefas entre os seus smartphones — e otimizar o seu dia a dia.

Partindo do pressuposto de que o aparelho “antigo” (com 3 anos de uso) se encontra em boas condições de funcionamento e sem danos, é possível dar-lhe uma ou mais aplicações úteis, que podem tornar sua vida mais fácil e mais divertida.

Se ainda funciona, então não é obsoleto.
Há uma grande quantidade de possibilidades para um smartphone, com menos de 5 anos de uso — e eu pretendo explorar algumas delas, neste artigo.
Mesmo quebrado, dependendo dos danos, ainda é possível encaixar o aparelho em uma ou duas das aplicações abaixo.

Um smartphone médio, com 5 anos de uso, possuiu capacidade de processamento superior ao de um computador PC, dos anos 2000. Aparelhos, com 10 anos, têm capacidades de processamento que suplantam às de satélites, lançados na década de 80 ou 90.

Se não tem alguém na sua família ou círculo de amizades para quem doar o aparelho, use-o como dispositivo secundário.

Use o seu celular velho como console de video game

Muitos aparelhos ainda podem ser usados para jogos legados ou arcades clássicos. Um aparelho básico, lançado há 3 ou 4 anos, tem capacidade de processamento de sobra para jogos como Tetris, xadrez, forca, arcades clássicos etc.

Tire todos os “aplicativos sérios” e deixe apenas os jogos dentro dele.

Muitos clássicos da Nintendo ou de outras companhias, podem rodar dentro de emuladores, com tranquilidade.

controle snes
SNES Controller. Crédito da imagem http://www.deviantart.com/art/Realistic-Vector-SNES-Controller-Finished-401599423


É muito fácil parear um dispositivo Android com a TV, através do Google Chromecast — o que permite jogar com uma tela maior, na sala.

O Playstation 4 também aceita conexão com dispositivos Android, através de um simples aplicativo.

Apoio a atividades físicas

Em vez de levar o seu aparelho principal, vá com “o velho” para a academia ou para correr/caminhar na rua.

Remova todos os aplicativos desnecessários e deixe um player de músicas FLAC ou MP3 com um software de monitoramento de atividades físicas.

Use como computador

Se for possível conectar o aparelho a um monitor, será fácil conectar um teclado/mouse via Bluetooth a ele e usar como um computador Android — para leitura de emails, para processar planilhas etc.

Com um pouquinho de estudo, você pode usá-lo como servidor de arquivos ou web interno.

Use no carro, como GPS ou player de música

Se o seu carro ainda não tem uma central multimídia, com um cartão SD, de alta capacidade, é possível transformar o aparelho em um player de músicas.

Muitos carros vêm com o sistema de som totalmente integrado, o que torna difícil para o proprietário trocar por um equipamento mais moderno — mas é fácil adaptar um celular a ele.

Se tiver uma entrada AUX (auxiliar) ou conexão Bluetooth, é possível conectar o aparelho e ouvir músicas de altíssima qualidade no som do seu carro — driblando muitos sistemas de som ruins que as montadoras ainda insistem em colocar nos carros novos.

Um celular pode facilmente servir como “central multimídia” alternativa em um carro.

Amplificador ou extensor da rede Wi-Fi

Você pode usar o aparelho como extensão da sua conexão Wi-Fi em locais onde ela não é muito boa, dentro da sua casa.

O aparelho pode ser usado, conectado a uma das portas USB do seu laptop, por exemplo, para captar o sinal da rede de uma posição mais privilegiada, por exemplo.

Com o uso de um aplicativo, com o fqrouter2, o smartphone pode ser usado como repetidor do sinal — mas isto vai exigir que o aparelho seja rooteado.

Porta-retratos digital

Você nunca pensou que teria um, não é?

Esta é a chance de ter um porta-retratos digital “grátis” – ou por um preço mais razoável – para a sua sala, para a mesa do escritório, para o criado-mudo etc.

O Google Play Store tem vários aplicativos neste sentido.

E não precisa ter uma grande quantidade de memória no aparelho, uma vez que as fotos usadas não precisam ser de altíssima resolução. Você pode usar fotos de acordo com a resolução do aparelho.

Use como um baby monitor

Os dispositivos de monitoramento de crianças e recém-nascidos podem ser caros.

Novamente, o Google Play Store tem aplicativos para satisfazer a esta necessidade, tanto para streaming de vídeo como de áudio.

Despertador

Há “toneladas” de apps para transformar o seu aparelho em um despertador multimídia na “lojinha” do Google.

As possibilidades de configuração são quase infinitas — aparência do relógio, toque musical etc.

Terminal de conferência de vídeo

Use-o como terminal de videoconferência, para o Google Hangouts, para Skype, com o appear.in etc.

Encontrar vida extra-terrestre

Com uma conexão Wi-Fi, você pode se cadastrar no SETI, instalar um aplicativo no seu aparelho e fazer parte de um projeto internacional de computação distribuída — para analisar sinais de rádio, vindos do espaço.

Saiba mais sobre como ajudar projetos humanitários e científicos com o seu smartphone.


Além destas aplicações, há centenas de outras possibilidades, limitadas apenas pela sua imaginação e criatividade.

Elias Praciano

— fã de séries, como "Love, Death & Robots", "Rick and Morty" e "Russian Doll". Gosta de criar imagens, direto da câmera, com o mínimo de pós-produção. Há vários anos o seu livro favorito é Neuromancer, de William Gibson.

1 Response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: